Normas

A gama de produtos da LDV – Sistemas de Segurança em Altura está em conformidade com as seguintes normas que descrevem os requisitos para trabalho em altura:

EN795:2012

A EN 795 define os requisitos técnicos aplicados aos dispositivos de ancoragem. Essa norma indica que tipo de forças as soluções de retenção horizontal devem suportar e como devem ser testadas e certificadas. A EN 795 distingue cinco tipos de dispositivos de ancoragem, de A a E. Esta Norma não considera aplicações multi-utilizador. A LDV possui uma ampla gama de sistemas de proteção contra quedas certificados pela EN 795:2012. Trabalhamos incessantemente para garantir que as nossas soluções continuam a oferecer o melhor serviço aos nossos clientes.

       EN795:2012 Tipo A

O tipo A refere-se a ancoragens únicas. Todos os pontos de ancoragem da LDV são certificados de acordo com o tipo A. São constituídos em aço inoxidável altamente resistente e adequam-se a todas as situações de trabalho.

       EN795:2012 Tipo B

O tipo B refere-se a pontos de ancoragem temporários. As linhas de vida temporárias têxteis da LDV podem proteger os trabalhadores, mas requerem a instalação por uma pessoa competente que se possa proteger durante o processo de instalação.

       EN795:2012 Tipo C

O tipo C refere-se a sistemas flexíveis horizontais, como linhas de vida de cabo de aço, em que a inclinação não ultrapassa 15°. As linhas de vida verticais são regidas pela Norma Europeia EN 353. A linha de vida do cabo SecuRope é um sistema flexível altamente versátil com deflexão de cabo limitada. Também está em conformidade com a CEN/TS 16415 para permitir até 4 utilizadores simultaneamente.

       EN795:2012 Tipo D

O tipo D refere-se a sistemas rígidos, geralmente sistemas em calha. O sistema SecuRail é considerado sistema rígido graças à pequena deflexão da calha em caso de queda.

       EN795:2012 Tipo E

O tipo E refere-se a sistemas temporários que são estabilizados usando contrapesos. O nosso ponto de ancoragem e linha de vida DiaSafe usam o peso do telhado verde ou do telhado de cascalho/balastro para estabilizar os seus postes de sustentação. Desta forma, evita-se perfuração e pontes térmicas.

CEN/TS16415:2013

Esta especificação técnica certifica dispositivos multi-utilizadores, ou seja, dispositivos de ancoragem que permitem que mais de um utilizador esteja conectado ao mesmo tempo. As linhas de vida e pontos de ancoragem da LDV estão em conformidade com a EN 795:2012 para uso por uma pessoa. Como o trabalho em altura deve ser realizado por várias pessoas simultaneamente, a LDV providencia sistemas até 4 pessoas.

EN353-1:2014

Esta Norma Europeia define os requisitos técnicos para a linha de ancoragem rígida vertical, seja ela fixa a escadas, degraus ou fixa a estruturas. O ângulo de inclinação para a frente e/ou o ângulo de inclinação lateral situam-se entre a vertical verdadeira e a vertical +15°. Esta norma não considera sistemas multi-utilizador. A LDV oferece uma grande variedade de sistemas que atendem à EN 353-1, como linhas de vida de cabo de aço, calha ou escadas com sistemas de retenção de queda integrados.

EN353-2:2014

Esta Norma Europeia especifica os requisitos técnicos para a linha de ancoragem flexível vertical, que pode ser fixada a um ponto de ancoragem superior. O ângulo de inclinação para a frente e/ou o ângulo de inclinação lateral situam-se entre a vertical verdadeira e a vertical + 15 °. Esta norma não considera aplicativos multi-utilizador. A LDV possui uma variedade de dispositivos de retenção de quedas em cordas têxteis para permitir a sua utilização por técnicos em acesso por corda.

EN355:2002

A EN 355 especifica os requisitos técnicos para os absorvedores de energia. Absorvedores de energia em conformidade com esta norma Europeia podem ser integrados p.e. com uma corda de conexão (EN354), um arnês completo ou usado em combinação com um deles. Todas as as cordas de progressão e de conexão anti-quedas fornecidas pela LDV têm um absorvedor de energia integrado.

EN358:2003

A EN 358 aplica-se a cordas destinadas a fins de posicionamento ou imobilização no trabalho em altura. Cordas de posicionamento são também comummente aplicadas quando o utilizador trabalha com método por restrição.

EN361:2003

A EN 361 descreve os requisitos técnicos para os arneses de corpo inteiro. Os arneses de trabalho da LDV são todos certificados de acordo com a EN361. Se forem precisos outros pontos de ancoragem, um arnês ligeiro, ou com um assento integrado, a LDV pode fornecer a solução mais adequada.

EN362:2005

A EN 362 especifica requisitos para mosquetões usados em proteção individual contra quedas em altura. Todos os mosquetões de alumínio e aço para trabalho em altura devem ser certificados pela EN 362. Diferentes mecanismos de bloqueio e tamanhos estão disponíveis.

EN363:2008

Esta norma descreve configurações típicas de trabalho em altura com restrição, com sistemas  anti-queda, e de posicionamento em trabalho em altura. 

EN365:2005

A EN 365 descreve as obrigações relativas à marcação, manuais do utilizador, exame periódico, manutenção, reparação e embalagem. Todos os equipamentos e inspecções realizadas pela LDV seguem os requisitos da EN 365.

EN517:2006

A EN 517 define o requisito técnico para ancoragens de segurança em coberturas. Esta norma indica quais as cargas que as ancoragens de segurança devem suportar e como devem ser testadas e certificadas. Só se aplica a ancoragens que também sirvam para fixar passadiços ou escadas temporárias. Se o ponto de ancoragem for exclusivo para retenção de queda, consulte a EN 795. A gama de ancoragens Safe U está em conformidade com a norma EN 517. É projetado especificamente para coberturas comuns, como telhados de telha, ardósia, chapa e telhados de junta agrafada. Uma ampla gama de passadiços, e escadas podem ser fixadas a eles. Este sistema garante impermeabilidade indefectível.

EN813:2009

Esta Norma Europeia especifica os requisitos técnicos para os arneses de segurança com baixo ponto de fixação. Os arneses certificados por esta norma podem ser usados ​​em sistemas de restrição, posicionamento no trabalho e acesso por corda (acesso em suspensão). Os arneses da LDV com esta norma são naturalmente certificados também para aplicações de posicionamento no trabalho (EN358) e prevenção de quedas (EN361). É o típico equipamento de técnicos de acesso por corda.

Diretiva 2006/EC/42:2006

Esta diretiva europeia especifica os recursos de segurança para máquinas. O anexo IV diz respeito ao equipamento de elevação. Todos os produtos de acesso em altura motorizados da LDV são certificados de acordo com a diretiva 2006/EC/42. Com várias soluções adaptadas às suas necessidades, ajudamos os clientes a aceder com segurança a qualquer tipo de superfície em altura.

EN1808:2015

A EN 1808 é uma norma europeia que especifica os requisitos de segurança para equipamentos de acesso suspenso (Suspended Access Equipment – SAE). É aplicável a equipamentos permanentes e temporários que podem ser alimentados por energia ou manuais. Os rails e cestos suspensos que a  LDV disponibiliza são projetados de acordo com a EN1808:2015.

EN60204-1:2006

A EN 60204-1 fornece orientações de segurança e recomendações sobre equipamentos elétricos para máquinas. Isso inclui requisitos de segurança para equipamentos elétricos, electrónicos e controlados por computador – mas exclui os circuitos de energia nos quais a eletricidade é usada diretamente como ferramenta de trabalho. O equipamento de elevação a bateria RopeClimber enquadra-se na jurisdição da norma EN 60204-1.